quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Vítimas de acidente na Perimetral seguem internadas em estado grave

Santos

De A Tribuna On-line

Atualizado às 20h23

O rapaz que conduzia o carro que se envolveu em um grave acidente na Avenida Perimetral, em Santos, na manhã desta quinta-feira, tinha a carteira de habilitação havia 16 dias. Absen Parreiras Amorim tinha 18 anos e morreu na colisão do veículo com um caminhão. No documento de habilitação do rapaz consta que a data da expedição é 27 de dezembro de 2011.

Adssen conduzia um Renaul Sandero que, em alta velocidade, colidiu na traseira de um caminhão parado. O acidente matou ainda a estudante, Erika Noya Tete, de 18 anos. Ela faleceu no local da tragédia. Outras duas pessoas ficaram feridas e permanecem internadas em estado crítico na Santa Casa de Santos. 
Créditos: Carlos Nogueira
O carro ficou destruído. Amigos voltavam de uma casa noturna no Centro da Cidade quando ocorreu o acidente

O carro ficou destruído. Os amigos voltavam de uma casa noturna no Centro da Cidade quando ocorreu o acidente, por volta das 6 horas, na via sentido Centro-praia, próximo ao Canal 4 e à Avenida Mário Covas. 

Segundo informações apuradas pela Secretaria de Saúde de Santos, Adssen morreu momentos depois de entrar na emergência do Pronto Socorro Central.

Ainda de acordo com o órgão, o rapaz é da capital paulista e passava as férias na região. A família dele já foi notificada.
Créditos: Reprodução
Rapaz que conduzia o veículo é de São Paulo e passava férias na Cidade

Banco da frente
As duas vítimas fatais estavam nos bancos da frente do veículo. Os outros dois, Murilo Vasques Silva, de 18 anos, e a jovem C.V.G, de 17, foram inicialmente atendidos pela equipe do Pronto Socorro Central, mas precisaram ser transferidos para a Santa Casa. 

Os dois estavam sentados no banco de trás do carro sem o cinto de segurança, conforme registro do Corpo de Bombeiros. Eles tiveram politraumatismos e estavam na UTI. Ainda segundo a Santa Casa, estava prevista a transferência de Murilo para o Hospital Sírio Libanês, em São Paulo. O caso foi registrado na Delegacia do Porto de Santos.
'Forte barulho'

O motorista da carreta, Raimundo Matos, não ficou ferido no acidente. Ele explica que estava parado no semáforo vermelho, na pista do meio da via, quando sentiu o veículo ser empurrado, após ouviu um forte barulho. "Foi muito rápido, mas consegui segurar a carreta para não bater no carro da frente", conta. 

Créditos: Carlos Nogueira
Acidente aconteceu no começo da manhã desta quinta-feira, deixando duas pessoas mortas

Devido ao acidente, a pista no sentido Centro-Ponta da Praia foi interditada por quase 4 horas. Equipes do Corpo de Bombeiros, Guarda Portuária, Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atenderam a ocorrência. Todas as vítimas, em razão do forte impacto, ficaram presas nas ferragens. 

> Assista ao vídeo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Notícias em Geral

Baixada Santista, Emprego e etc...

Clique aqui

Futmesa

Loading...